segunda-feira, 12 de setembro de 2016

A festa de 2 anos da Elisa

A festa de aniversário da Elisa foi em junho e prometi fotos, não é?! Porém, com toda correria e falta de noites bem dormidas acabo nunca conseguindo chegar aqui para um post. Hoje, quase 23h, sabadão e jogada no sofá depois de um dia bem corrido, resolvi fazer um post pelo celular mesmo.
Bem, a festa foi menor do que aquela do ano anterior com o tema Minnie mouse. Aliás, nem ia fazer mas acabei não resistindo. Nem mandei convite! Chamei alguns amigos e crianças por tel, e-mail ou pessoalmente mesmo.
O tema foi de um programa infantil alemao que a Elisa ama e eu adoraria se fosse traduzindo no Brasil. Tão fofo! Imprimi em cima da hora os personagens e improvisei todo o resto. Não há absolutamente nada desse programa no mercado, então tive que confeccionar "tudo". Sem tempo, fiz tudo simples mas a Elisa ficou radiante de felicidade.
Foi um dia super feliz!
Seguem algumas fotos:






Ah, bolos foram encomendados, comprei a grama da mesa e coloque uns marshmallows dentro de 3 pontinhos de plásticos. Detalhe: os marshmallows tinham forma de ratinhos...rsrs.
Fiz painel com a foto dos personagens e a Elisa. Tudo bem simples e improvisado, mas no fim adorei o resultado.Uma amiga fez questão de fazer uma ratinha de feltro para enfeitar a mesa. Talentosa, ela. Fez a mao, sem molde nem nada.
Descobri que nao sei fazer festas sofisticadas, cheias de detalhes, mas amooooo planejar essas festinhas simples. Ainda mais no improviso...hehe....um desafio!
Beijos e desculpem o sumiço!

quinta-feira, 21 de julho de 2016

O quarto do Lucas

Faz tempo que disse que postaria foto do quarto do Lucas e nunca consegui. Hoje tirei uns minutos enquanto limpava a casa para fazer uns cliques. Tudo simples, mas acho uma graça. Nunca pude e nem quis fazer um quarto pomposo. Sigo a linha alemã : simples!
O quarto era nosso quarto de visitas e tínhamos acabado de comprar o sofá cama. Como não queríamos vendê-lo resolvi aproveitar e deixar no quarto para dormir lá no início. Foi ótimo, porque o Lucas acorda milhões de vezes na noite e ir ate quarto dele o tempo todo seria péssimo.
Como o sofá Eh verde, resolvemos pintar uma parede num tom parecido. O problema Eh que aqui não tem milhões de coisas para quartos de bebe como no Brasil, então eu mesmo fiz os quadrinhos com figuras de papel, o móbile de feltro e o maridão deixou o topo da cômoda do nosso quarto maior para fazer de trocador. Como logo a Elisa sairá das fraldas, não queria gastar fortuna para comprar outra comoda se posso usar a dela no futuro.
A cortina foi super difícil achar. Cortinas boas e bonitas são caríssimas por aqui. Nunca se acha algo para combinar e como decidi por nuvens, o mais próximo que encontrei foi essa com nuvens e aviões.   A luminária foi comprada no Ikea ( loja de mobília e deco com preços populares) e custou 20 euros só. Um charme!
O mobile eu tive que colocar temporariamente bem alto pois não poderia ficar na frente da lampada de aquecimento. Não gostaria de por fogo na casa, claro! Essa lâmpada aquece a área do trocador  enquanto o bebe esta tendo a fralda trocada ou saiu do banho. Mesmo com a casa aquecida (o inverno daqui é alias menos penoso que o dai, sem aquecimento), ainda assim é bom ter essa lâmpada.
Agora com a chegada do verão, posso remover a lâmpada e descer o mobile.





O que acharam? Eu gosto, e o Lucas também, apesar do sono leve...rsrs


domingo, 26 de junho de 2016

Rotina

Fico pensando como seria minha rotina se estivesse no Brasil.
Com certeza nao haveria idas ao parque todos os dias, parquinho, piquenique, etc com tanta freqüência. Pelo menos não se eu morasse em Sao Paulo, minha querida "selva de pedra".
Eh comum, por exemplo, a família visitar os parentes num domingo e apos o almoço sair para dar uma volta no parque mais próximo.Falando em parque,  existem inúmeros parques para levar a pimpolhada alemã.
O inverno é longo e não é tao fácil sair para aproveitar uma arzinho fresco. Ficamos todos dentro de casa, hibernando, protegidos pelo aquecimento das casas, entao chegando a primavera e verão é hora de curtir do lado de fora.

Daí que as maes brincam muuuuuito com as crianças no lado de fora quando o tempo esta bom.Mesmo sem vontade, como hoje...rsrs....eu também sigo a linha da cultura aqui.
Bom, mas minha rotina é a seguinte:
Acordo por volta das 7hs, amamento o Lucas e torco para a Elisa não acordar nesse horário.
Dai corro para o banheiro, lavo rapidamente o rosto ( nunca da tempo de escovar os dentes), corro na cozinha e esquento o leite para a Elisa e coloco na mamadeira. ( somente nesse horário ela toma mamadeira ainda).Dou um olhadinha se o Lucas esta bem no berco....
Vou ate o quarto da Elisa, a acordo, abro a persiana, digo bom dia, dou um beijo...
Levo a Elisa ate a sala, entrego a mamadeira...

Nesse momento tenho tempo para escovar os dentes, pentear os cabelos e tirar o pijama, com um pouco de sorte.
Enquanto a Elisa assiste TV ( sim, ela assiste sim!) eu corto frutas, pao e faço a " lancheirinha" dela tomar cafe da manha na escolinha.
Normalmente, no meio de tudo isso, o Lucas reclama no berco, entao levo ele para sala, e coloco no chiqueirinho, com os mobiles ou administro o que dá com ele nos bracos.

Coloco a Elisa no pinico e torco para que ela faca algo.
Se nada acontece apos uns 20min, coloco a fralda, coloco roupa nela, penteio o cabelo, etc.

Dou algo pratico para ela " roer" ate que chegue o momento de tomar cafe da manha na escolinha.
Basicamente corro de uma lado para o outro e no meio de tudo isso,  cuido do Lucas.
Saio as 8h para leva-la na escola, que fica uns 7 min daqui de casa.

Enquanto ela esta la o tempo voa: cuido da casa, vou ao medico, passo roupa, cuido do Lucas, olho o FB....kkkk. ( preciso tb de uma válvula de escape dessa rotina " mae/dona de casa), lavo e escovo o cabelo..........claro, isso tudo em dias diferentes. Nunca dá para fazer muita coisa.

As 13.30 embalo algo para ela comer enquanto voltamos para casa, a pego na escola , dou lanchinho ( frutas, ou iogurte, ou mesmo o restante do jantar do dia anterior), deixo ela ver 1 episódio do desenho favorito ( ou 2, nos dias que estou muito cansada ou esta chovendo), dai levo para brincar no parquinho, ou na biblioteca,  encontro com alguma mae em algum lugar...

Ficar em casa, mesmo eu querendo as vezes, é impossível. Ela fica num mal humor, entediada e as horas passam devagar.

Por volta da 17h dou banho ( nem todos os dias...rs), jantar ( improviso) e nesse meio tempo maridex chega para ajudar. 
As 19.30 um de nos dois conta as historias de 1 ou 2 livros, damos o boa noite e com coelhinho de pelúcia e chupeta a colocamos na cama.
Deixo ela dormir sozinha. Ela rola, rola, rola na cama. Faz yoga, ginastica, meditação, strip tease....kkkk...de tudo um pouco e dorme.
Controlo tudo isso pela camera. Ja falei que foi a melhor coisa que compramos? Super caro no Brasil, mas se puderem pedir para alguem comprar fora ( verifiquem voltagem se é compatível), super recomendo.

Nesse momento, estou PODRE de cansada, mas janto e marido e eu podemos curtir um filminho, algo bem bobo e relaxante na tv, etc...
O Lucas, no meio disso tudo, mama, chora, brinca. Dou a atenção que posso e aproveito os momentos em que a Elisa esta ocupada para me dedicar a ele. 
Alias, um anjinho meu filhote. Só chora quando esta com fome.
Gente, é tudo tao corrido, que demorei mais de uma semana para postar esse relato. Fiz em suaves prestações...

Super trabalheira, mas dou conta. Por que? Porque tenho que dar conta....porque amo meus filhos e me derreto por eles. 
Os dois estão crescendo incrivelmente rápido. Ontem foi o aniversario de 2 anos da Elisa. Passou voando...
Proximo post.....a festa :-)
Beijao



sexta-feira, 10 de junho de 2016

Voltei

Passei quase 2 meses tentando entrar aqui para fazer um
Post, mas não consegui. Consciência pesada, pois acho uma pena Qdo acompanho um blog e a dona some.
Pois bem! Mesmo pelo celular voltei para dizer "oi" e confirmar que a vida com 2 filhos fica incrivelmente louca. Apesar do Lucas ser um docinho, quase não chorar, meu dia se resume basicamente aos afazeres de mãe e esposa.
Desculpem, mas não cabe feminismo nessa frase. Passo o dia alimentando, brincando, limpando mesmo.
Curiosamente estou amando ver os 2 crescendo juntos. Fico babando ao ver a fase de cada um. A Elisa falando já algumas frases completas, o Lucas já sorrindo ao me ver...tão lindo!
Qdo as pessoas dizem que o Tempo voa, estao certas.
Quero em breve fazer um Post sobre minha rotina. Parece bobagem, mas gosto saber como outras mães se organizam, daí pensei em compartilhar Minha experiência também. Fico devendo !
Beijocas!

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Quem é vc leitora?

Entrei esses dias na parte de estatísticas do blog e me surpreendi por ver que tem leitoras de outros países que me acompanham. Sempre achei que quem me acompanha está no Brasil, mas não necessariamente. Daí me veio à curiosidade de saber um pouco mais sobre as leitoras, inclusive as que estão no Brasil.
Sei que muita gente prefere ficar no anonimato ( inclusive eu...haha), mas que tal deixar um recadinho contando pq entrou no meu blog, como descobriu e o post que achou mais interessante?
Ficarei feliz....


Abraço!

quinta-feira, 31 de março de 2016

Lucas nasceu !

Completei 40 semanas e baby boy nada de nascer. Bateu aquele medo de ter que passar pela indução como na primeira gravidez. Na quinta feira tive consulta médica e ela
A médica  me disse para ter acompanhamento no hospital no sábado caso nada acontecesse. Na sexta ( 40 semanas e 3 dias) porém, enquanto marido montava a cama do Lucas ( que por sinal chegou bem antes do previsto.... Iupi!!!) eu resolvi retirar de trás do sofá cama alguns itens que faltavam ser retirados. Qdo levante, ui.... Uma dor! Não liguei, afinal dor aqui e ali eu tinha o tempo todo. Dei 2 passos e senti uma aguinha descendo na calcinha.
Opa! Fiz xixi na calça! Será?! "Pera", não é xixi. Será que estourou a bolsa?
Comentei com o marido e fui ao banheiro verificar. Uma agua rosada...
Liguei para doula perguntando se poderia ser a bolsa ( Oh mico! Kkkk) e enquanto conversava, mais água. Ok, ok! Se está saindo mais, foi a bolsa mesmo!
Felicidade, gente! Estava acontecendo e até o prazer de estourar a bolsa eu tive.
Ao contrário do que mostram os filmes, Qdo a bolsa estoura, não há necessidade de sair correndo. Tomei banho, coloquei absorventes enormes que sobraram da oura gravidez e fui comer uma lasanha deliciosa que a sogra tinha feito. Chorei Qdo pensei que não iria ver minha filhota e dar tchau antes de ir para o hospital. Um misto de alegria e tristeza. Poderia esperar ela chegar da escolinha, mas a despedida seria difícil. Fui para o hospital de coração partido!
Lá esperamos por 3h até um quarto ser liberado. Hospital lotado! Até então nada de contrações. Marido ficou comigo até as 20h. Um pouco antes as contrações começaram. Depois desse horário não era permitido visitas. Como estava dividindo o quarto com uma mãe que teve cesaria, não tive privacidade que queria. O quarto individual (pago) estava ocupado e não pudemos pegar. Fiquei então até meia noite andando pelo corredor e " curtindo" Minhas contrações que vinham com intensidade.
Hospital porém super organizado e tranquilo. Somente eu no corredor " passeando", alguns sons de bebês chorando nos quartos e doulas e enfermeiras passando de uma lado p outro de tempos em tempos. Ninguém poderia dizer que o  hospital estava cheio.
Parece loucura, mas gostei de ficar sozinha naquele momento . Não queria me preocupar com nada nem ninguém. Se maridex estivesse por perto perderia o foco do que estava sentindo, não teria tempo para mim.
Por volta de 00:30 pedi para descer para o outro andar e falar com a doula responsável pelo parto. Pedido atendido! Uma mulher tagarela, com sotaque alemão bem marcado e super segura de si. Foi simpática, colocou os eletrodos na minha barriga e voltava de tempos em tempos para me acompanhar. Eu já estava gemendo muito de dor e só consegui ficar em pé, na frente do monitor com o gráfico das contrações e batimento cardíaco do Lucas.
As 2 da madrugada ela comentou que estava " insatisfeita " com os batimentos do bebê, pois alteravam a cada contração.
Estava com tanta dor e com medo de acabar numa mesa e um corte de cesaria. Achei que era hora de ligar p o marido.
Marido chegando, eu já gemia feito louca. Nada de gritos, mas aprendi que os gemidos me ajudavam a lidar com a dor. Os exercícios feitos com a doula, gemendo, dobrando os joelhos acabaram fazendo sentido e sendo úteis.
Dor, dor, dor!
A intensidade das contrações marcando mais de 100 no gráfico, não conseguia pensar, tremia. A doula me colocou de 4 ( Aff!) e os batimentos do Lucas melhoraram. Me deu tb medicamento p aumentar as contrações e juro que pensei que iria morrer, não tive tempo de pensar em anestesia. Só pensava como seria a dor na próxima contração. As 4:00h , gemendo, urrando, tremendo, com o marido segurando minha mao, disse que não aguentava mais e precisava de anestesia. A doula fez exame de toque e disse: " não dá mais tempo. São 10 cm de dilatação".
O queeee? Perdi minha chance.
" ah mais prometo que em meia hora seu bebê está nos seus braços"
Como? Meia hora ainda? Não vou aguentar!
Aguentei, gente! As 4:29 am Lucas nasceu. A dor passou...ufa!
Foi emocionante, mas nunca imaginei que um ser humano aguentasse tanta dor. Meu primeiro parto foi relativamente tranquilo e com anestesia não senti muita coisa. Dessa vez sim!
Mudaria algo?
Não! Aliás, talvez! Não sei como seria com a anestesia no meio do processo, mas me sinto orgulhosa e vitoriosa de ter aguentado.
Ele, nesse momento, dorme  no meio colo.
Felicidade sem preço!


Continua....
...continua...

sexta-feira, 4 de março de 2016

40 semanas- Segunda gravidez

Pois eh! Completei 40 semanas. Quem diria?!
Eu diria! Da outra vez foi bem assim.... Uma demora!
Volto em breve por aqui.... Beijos!